Brumado Notícias

Brumado Notícias

Itapetinga convive com a seca há meses e fazendas viram 'cemitérios' de gado

30 Jun 2016 - 13h30


Itapetinga convive com a seca há meses e fazendas viram 'cemitérios' de gado
Foto: Reprodução/TV Bahia

A estiagem prolongada que atinge há 10 meses a região de Itapetinga, no sudoeste baiano, tem provocado a morte de milhares de bovinos, gerando impacto na produção de leite e resultado em demissões. O município é uma das 149 cidades que estão em situação de emergência por causa da seca do estado, considerada a pior dos últimos 30 anos. Fazendas da região viraram verdadeiros 'cemitérios' de bovinos. De acordo com o G1, o gado morre devido à falta de comida, já que, com a estiagem prolongada, o capim não resiste e a pastagem seca. A situação é tão grave que, de janeiro até junho desse ano, 30 mil animais morreram na região. Diante disso, Itapetinga caiu da segunda para a quarta posição entre as cidades da Bahia com os maiores rebanhos de bovino. A previsão é de mais estiagem nos próximos três meses. A produção de leite na cidade também foi afetada. Antônio Rodrigues, presidente de uma cooperativa de leite da região, afirma que a captação caiu 60%, o que forçou a demissão de seis funcionários nos últimos meses.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.