Brumado Notícias

Brumado Notícias

Corpo de ex-militante da ditadura é exumado após 41 anos em Palmas de Monte Alto

15 Mai 2017 - 11h00


Corpo de ex-militante da ditadura é exumado após 41 anos em Palmas de Monte Alto
Foto: Vilson Nunes/Sudoeste Bahia

O corpo de João Leonardo da Silva Rocha, advogado e ex-militante político da ditadura, será exumado após 41 anos de seu desaparecimento. Ele foi executado em 1975 e enterrado com um nome falso no cemitério da cidade de Palmas de Monte Alto, no sudoeste baiano. Segundo o Sudoeste Bahia, o corpo foi localizado depois de cinco anos de buscas. Assim que a exumação for consumada, a comissão vinculada à Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República encaminhará os ossos para o laboratório, que fará a retirada do DNA e confrontará com os dados genéticos do irmão. O ex-militante estaria enterrado debaixo do corpo de outra pessoa, em uma cova onde estariam mais quatro ossadas, todas sepultadas em sobreposição.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.