Brumado Notícias

Brumado Notícias

Resultado da busca pela categoria "brasil"

Senado prevê R$ 450 mil em UTI aérea a políticos

27 Mai 2017 - 09h30


Senado prevê R$ 450 mil em UTI aérea a políticos
Foto: Jonas Pereira/Agência Senado

O Senado vai abrir no próximo dia 1º de junho um pregão eletrônico para contratar, pelo período de um ano, uma empresa de serviços de UTI aérea. A empresa contratada deverá transportar, em casos de necessidade, senadores e seus dependentes, ex-senadores e até os cônjuges de ex-senadores. O serviço só será prestado dentro do território nacional. O valor global do edital é de R$ 450 mil, a serem pagos por quilômetro voado. O documento prevê que a empresa disponibilize dois aviões, um modelo Jato, ao custo de R$ 24 por quilômetro voado e outro Turbo Hélice, cujo quilômetro voado custará R$ 21. O edital prevê a contratação de 10 mil quilômetros de cada aeronave. Além disso, a empresa também deverá disponibilizar transporte terrestre, em ambulância de suporte avançado, no trajeto hospital de origem-aeroporto-hospital de destino. Segundo o edital, o contrato de um ano poderá ser prorrogado por até cinco anos, se houver interesse das partes.

Homem é preso após ser flagrado em vídeo agredido a mãe idosa no Maranhão

27 Mai 2017 - 09h00


Homem é preso após ser flagrado em vídeo agredido a mãe idosa no Maranhão
Foto: Reprodução/Youtube

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra um homem agredindo a própria mãe, uma idosa de 84 anos, em São Luiz do Maranhão. Roberto Elisio Coutinho, que aparece nas imagens batendo na senhora, foi detido na manhã desta quinta-feira. Nas imagens, ele agride a idosa com tapas e com um objeto não identificado parecido com uma vareta. A delegada titular da Delegacia do Idoso do Maranhão, Igliana de Freitas, informou que o homem, que mora na Rua Santaninha, no Centro de São Luiz, estava se escondendo, após as imagens serem divulgadas na internet. Ela contou ainda que o vídeo foi gravado pela companheira do agressor.

Presidente do BNDES pede demissão

27 Mai 2017 - 08h30


Presidente do BNDES pede demissão
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos, pediu demissão nesta sexta-feira (26) ao presidente Michel Temer (PMDB). Ela formalizou o pedido em reunião no início da tarde com o presidente, no Palácio do Planalto. Interinamente, responderá pela presidência o diretor Ricardo Ramos. Ela afirmou que a demissão foi motivada por razões pessoais. Segundo informou a GloboNews, Maria Silvia sofria pressão de empresários pela liberação de créditos. Maria Silvia Bastos permaneceu no cargo por pouco mais de um ano. Ela foi anunciada para a presidência do banco pelo Palácio do Planalto em 16 de maio de 2016, na semana seguinte à posse de Temer como presidente em exercício.

PF apreende na casa de Aécio comprovante com inscrição 'cx 2'

27 Mai 2017 - 08h00


PF apreende na casa de Aécio comprovante com inscrição 'cx 2'
Foto: Divulgação/PSDB-MG

Documentos com a inscrição “cx 2” foram apreendidos pela Polícia Federal no apartamento do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG). Conforme relatório dos investigadores enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), eles encontraram uma série de papéis e objetos “entre eles, “diversos documentos acondicionados em saco plástico transparente, dentre eles um papel azul com senhas, diversos comprovantes de depósitos e anotações manuscritas, dentre elas a inscrição ‘cx 2’”. A operação foi realizada no dia 18 de maio, no apartamento que o parlamentar possui na Avenida Vieira Souto, no Rio de Janeiro. De acordo com o jornal O Globo, foram apreendidos também um bloqueador de sinal telefônico, um telefone celular e um pen drive. No gabinete de Aécio no Senado, em Brasília, a polícia encontrou “uma pasta transparente contendo cópias da agenda de 2016 onde verifica-se agendamento com Joesley Batista”. Também foram retiradas do local “folhas impressas contendo planilhas com indicações para cargos federais, com remuneração e direcionamento em qual partido político pertence ou foi indicado”. 

Defesa de Michel Temer pretende adiar julgamento de cassação no TSE

26 Mai 2017 - 18h30


Defesa de Michel Temer pretende adiar julgamento de cassação no TSE
Foto: Eraldo Peres/AP

Com o avanço da crise política, o presidente Michel Temer pretende estender o máximo possível o julgamento do processo de cassação da chapa na qual ele é vice, com a ex-presidente Dilma Rousseff no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ação começa a ser apreciada no próximo dia 6. Segundo informações do jornal O Globo, uma das esperanças seria a separação da chapa e absolvição do peemedebista, mas essa chance pode se dissipar até a data do julgamento. Na contagem do governo, três dos sete ministros já se posicionaram contra Temer – deste modo, para condená-lo, bastaria um dos integrantes da Corte mudar de lado. O plano é adiar o julgamento por meio de questões de ordem, pedidos de discussões preliminares e outros recursos disponíveis aos advogados. No cenário ideal para Temer, algum ministro do TSE pediria vista, o que faz a análise do caso ser interrompida por prazo indefinido. A expectativa do Planalto era de que que o ministro Napoleão Nunes Maia pedisse vista logo no início do julgamento, mas a pressão popular pela queda de Temer já chegou ao tribunal após a divulgação parcial da delação da JBS.

Com superávit, contas públicas têm melhor abril em dois anos

26 Mai 2017 - 17h30


Com superávit, contas públicas têm melhor abril em dois anos
Foto: IStock/Getty Images

O setor público consolidado registrou um superávit primário de 12,908  bilhões de reais em novembro, o melhor resultado para o mês desde 2015.  O dado divulgado pelo Banco Central nesta sexta-feira indica a diferença entre as receitas e as despesas das entidades públicas, sem considerar os juros, e engloba as contas dos governos federal, estaduais e municipais mais as empresas estatais. Em março, o resultado primário havia sido um rombo de 11,047 bilhões de reais, o pior da série histórica. E o resultado de abril de 2016 foi um superávit de 10,181 bilhões de reais. De acordo com o cálculo do BC, o superávit no último mês foi decorrente do resultado positivo no governo federal (11,451 bilhões de reais), nos regionais (867 milhões de reais) e nas estatais (590 milhões de reais). Na última quinta-feira, o Tesouro divulgou um superávit nas contas da administração federal, de 12,570 bilhões de reais. A diferença nos valores acontece em razão das metodologias distintas usadas pelo Tesouro e pelo Banco Central. No ano, o setor público consolidado acumula superávit de 15,105 bilhões de reais, segundo os dados do Banco Central. No mesmo período do ano passado, essa conta estava em 4,411 bilhões de reais. A meta para o ano é de um déficit de até 143,1 bilhões de reais, sendo que 139 bilhões de reais correspondem ao déficit permitido para o governo federal. As informações são da Veja.

Gilmar Mendes defende que delação da JBS vá ao plenário do STF

26 Mai 2017 - 16h30


Gilmar Mendes defende que delação da JBS vá ao plenário do STF
Foto: STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes defendeu nesta sexta-feira que a homologação das delações dos donos da JBS, Joesley e Wesley Batista, seja submetida ao plenário. Gilmar ressaltou que a lei determina caber ao juiz a homologação, mas que em caso de tribunais colegiados isso deveria ser submetido aos demais ministros. Eu tenho a impressão de que nós vamos ter que discutir esse tema da homologação. “Eu já tinha discutido com o ministro Teori (Zavascki) no sentido de que essa matéria fosse discutida pela turma. Porque o que a lei diz? Que o juiz é quem homologa, mas o juiz aqui não é o relator. Quando se trata de tribunal, é o próprio órgão. Ele pode até fazer a homologação prévia, mas sujeita a referendo”, disse. De acordo com o jornal O Globo, a delação dos donos da JBS tem provocado polêmicas porque eles conseguiram direito a imunidade e autorização para morar nos Estados Unidos. Houve ainda questionamento sobre o valor da multa aplicada. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já escreveu artigos defendendo o teor do acordo celebrado.

Crise política trava medidas econômicas

26 Mai 2017 - 13h30


Crise política trava medidas econômicas
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A crise política provocada pela delação premiada dos executivos da JBS deixou em suspenso várias medidas provisórias (MPs) e projetos de lei voltados, principalmente, à arrecadação fiscal e à retomada do crescimento da economia. Na noite da última quarta-feira (24), o governo federal conseguiu aprovar, de uma só vez, seis MPs na Casa. Porém, esse rolo compressor poderá não se repetir no Senado e, se essa avaliação se confirmar, a maior parte dos textos perderá a validade no próximo dia 1º de junho. Por medida de prevenção, o Palácio do Planalto já consultou a área jurídica, que deu aval para que, caso alguma medida caia, possa publicar uma nova MP com o mesmo efeito. A legislação em vigor veda a reedição, na mesma legislatura, de medida provisória que tenha sido rejeitada ou que tenha perdido validade. Mas todas as medidas prestes a cair foram publicadas em 2016, na legislatura anterior. De acordo com jornal O Globo, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), leu ontem todas as medidas provisórias aprovadas pela Câmara. A articulação, agora, é para votá-las a toque de caixa até a próxima quarta-feira (31).

Ampliando a sua rede, o Brumado Notícias passará a ser Achei Sudoeste

26 Mai 2017 - 12h00


Ampliando a sua rede, o Brumado Notícias passará a ser Achei Sudoeste

O site Brumado Notícias está reformulando a sua página e ampliando a sua rede com o objetivo de melhor atender a microrregião. A gerência do portal fez uma avaliação e chegou ao entendimento de que o site necessita de um nome que lhe dê amplitude e maior representação regional, cujo foco será apresentar a notícia com identidade não apenas comunitária, como acontece com a marca Brumado Notícias, mas regional. Dessa forma, surgiu o nome Achei Sudoeste, o site onde a região se encontra com a notícia, o lazer, o entretenimento e mais espaço comercial, através do qual as marcas passarão a ser anunciadas em uma vitrine virtual de maior amplitude e oportunidade de mercado. Os leitores e seguidores do Brumado Notícias continuarão a ter o padrão das informações com transparência e responsabilidade, porém com uma ótica que atenda às exigências atuais de leitura dinâmica na internet. Nossa base continuará sendo o município de Brumado, que se mantém como polo e referência regional, mas haverá informações de todas as cidades circunvizinhas. O site agradece ao público em geral e espera que a nova marca, o Achei Sudoeste, fortaleça a comunicação e eleve a nossa região a novos níveis.

STJ nega liberdade a mãe condenada por furtar ovos de Páscoa

26 Mai 2017 - 10h30

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Nefi Cordeiro, negou liberdade a uma mãe de quatro crianças condenada a três anos, dois meses e três dias por furtar ovos de Páscoa e um quilo de peito de frango. Ela vive com seu bebê recém-nascido na Penitenciária Feminina de Pirajuí, em São Paulo. De acordo com o jornal Extra, a Defensoria Pública havia pedido o habeas corpus com os argumentos de que a sentença era desproporcional à tentativa de furto e de que ela é mãe de quatro crianças, de 13, 10 e 3 anos de idade, além do bebê de 1 mês que está com ela na penitenciária, mas que será separado da mãe ao completar 6 meses. A sentença supera a pena de pelo menos sete condenados na Operação Lava-Jato. Uma desproporção do sistema penal que afeta toda a família. Para a defensora Maíra Coraci Diniz, a extensão da pena da mãe é “absurda” ao se considerar o caráter pouco impactante e lesivo do crime. Diante disso, ela acionou o STJ para pedir a atipicidade material da conduta (anulação por ser crime insignificante), a readequação da pena ou a prisão domiciliar, garantida pela lei às mães responsáveis por filhos menores de 12 anos. Relator da ação, Cordeiro não enxergou “evidente constrangimento ilegal” que justificasse a concessão da liminar de soltura. O habeas corpus, segundo ele, é medida excepcional.

OAB pede saída de Michel Temer e vê crime de responsabilidade

26 Mai 2017 - 07h30


OAB pede saída de Michel Temer e vê crime de responsabilidade
Foto: Bernardo Caram/G1

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entregou na tarde da última quinta-feira (25) à Câmara dos Deputados o pedido de impeachment do presidente Michel Temer (PMDB). A entidade também pediu que Temer fique inabilitado de exercer cargo público por oito anos. De acordo com o G1, a entidade usa como base a delação premiada de executivos da J&F para argumentar que o presidente cometeu crime de responsabilidade e violou o decoro do cargo de presidente. Com base no que foi informado, o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de inquérito para investigar Temer. O presidente já negou, em notas e pronunciamentos à imprensa, ter cometido irregularidades, diz que não praticou crime e que não atuou para beneficiar a JBS junto ao governo. Além do pedido da Ordem, já há outras 16 solicitações de destituição de Temer protocoladas no Congresso Nacional.

PSDB, DEM e PPS avaliam indireta como 'inevitável'

25 Mai 2017 - 14h30


PSDB, DEM e PPS avaliam indireta como 'inevitável'
Foto: Jorge William/Agência O Globo

Os principais partidos da base, PSDB, DEM e PPS começaram a discutir uma atuação conjunta nas eleições indiretas para presidente, já consideradas inevitáveis para as cúpulas das três legendas. De acordo com jornal O Globo, os líderes tucanos conseguiram na quarta-feira (24) conter, momentaneamente, o movimento de desembarque de seus deputados da base governista, com o objetivo de aguardar até que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgue o processo de cassação da chapa presidencial no próximo dia 6 de junho.

Rodrigo Janot: 'Se possível, não faríamos acordo com criminosos'

25 Mai 2017 - 13h30


Rodrigo Janot: 'Se possível, não faríamos acordo com criminosos'
Foto: João Godinho/Agência O Globo

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, voltou a defender a adoção de delações premiadas como “exigência indispensável” no combate às organizações criminosas. Em artigo publicado na Folha de S. Paulo desta quinta-feira (25), ele sustenta que, de forma pragmática, a colaboração tomou o lugar do “caminho tradicional para aplicação da lei”, considerado por ele “ineficaz e instrumento de impunidade”. Pela natureza da nossa instituição, talhada para a persecução penal, é evidente que, se fosse possível, jamais celebraríamos acordos de colaboração com nenhum criminoso. “No campo da vontade, desejamos o rigor máximo para todos os que transgridem os limites da lei penal, sem concessões”, destaca Janot. O procurador-geral ressalta ter deixado de lado “a utopia, o personalismo e o aplauso fácil” em nome do "senso de responsabilidade para com o país" e decidiu celebrar o acordo com os donos da J&F — colaboração, segundo ele, que mostrou às autoridades a insuficiência de “três anos de trabalho intenso para intimidar um sistema político ultrapassado e rapineiro”.

Bahia conquista a Copa do Nordeste depois de 15 anos

25 Mai 2017 - 12h30


Bahia conquista a Copa do Nordeste depois de 15 anos
Foto: Lay Amorim/Brumado Notícias

O tricolor de aço conquistou o tricampeonato da Copa do Nordeste 2017 ao derrotar o Sport por 1x0 na noite da última quarta-feira (24), na Fonte Nova, em Salvador. O Bahia dominou a partida desde o início e marcou o gol do triunfo aos 12 minutos do primeiro tempo, após bola alçada pelo colombiano Armeiro, que encontrou Edgar Júnior na meia lua. De costas, o atacante deu um giro que enganou o experiente zagueiro Durval e com uma bela cavadinha cobriu o goleiro Magrão. A partida foi tensa, com muitas faltas e cartões amarelos para os dois lados, e o Sport ainda teve um jogador expulso. Torcedores do Bahia em Brumado assistiram à partida nos bares e lanchonetes e logo depois saíram pelas ruas da cidade celebrando o triunfo do time do coração, que já havia celebrado o torneio nos anos de 2001 e 2002.

Dilma entra com novo recurso para tentar voltar à Presidência

25 Mai 2017 - 11h30


Dilma entra com novo recurso para tentar voltar à Presidência
Foto: Evaristo Sá/AFP

A defesa da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) apresentou na quarta-feira (24) um novo pedido de liminar ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar anular o impeachment que a tirou definitivamente do cargo em agosto de 2016. O processo caiu nas mãos do ministro recém-chegado Alexandre de Moraes, que assumiu os casos do ministro Teori Zavascki, morto em um acidente aéreo em janeiro deste ano. De acordo com a Veja, Teori já havia indeferido a liminar em outubro do ano passado, dizendo que “não havia risco às instituições republicanas, ao estado democrático de direito ou à ordem constitucional”, uma vez que o então vice-presidente Michel Temer (PMDB) havia ocupado o cargo da titular da chapa. Na ocasião, o ministro ainda escreveu que levaria para o plenário do STF apreciar o mérito do caso. O advogado de Dilma, José Eduardo Cardozo, citou as denúncias da delação de executivos da JBS que levaram Temer a ser alvo de inquérito no STF por crimes de corrupção, obstrução da Justiça e organização criminosa para reforçar o pedido de invalidação do impeachment.

Rodrigo Maia: decisão sobre impeachment 'não pode ser do dia para a noite'

25 Mai 2017 - 10h30


Rodrigo Maia: decisão sobre impeachment 'não pode ser do dia para a noite'
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Responsável por dar seguimento aos pedidos de impeachment contra Michel Temer (PMDB), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou nesta quarta-feira que tenha decidido engavetar as ações que foram apresentadas logo após eclodirem as denúncias contra o peemedebista, que foi gravado pelo empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS e delator na Operação Lava Jato, em conversas um tanto controversas. “Eu não posso avaliar uma questão tão grave como essa num drive-thru”, disse. “Não é assim, não é desse jeito. Quanto tempo não se discutiu aqui a crise do governo Dilma? Então, nós temos de ter paciência”, afirmou. Maia nega que tenha decidido não dar prosseguimento a nenhuma ação: “Eu não tomei decisão. E não é uma decisão que se tome da noite para o dia”, continuou. De acordo com a Veja, o deputado decidiu se manifestar após sua declaração na segunda-feira de que não seria “instrumento para a desestabilização do Brasil” ter sido vista como um indicativo de que não daria continuidade aos processos contra Temer. Nos bastidores, porém, ele próprio manifestou a aliados a intenção de não mexer nesse tema agora. Cabe ao presidente da Câmara avaliar a admissibilidade das ações e determinar a instalação de uma comissão especial que julgaria a conduta do presidente da República.

Manifestantes ateiam fogo a ministérios em protesto contra Temer

25 Mai 2017 - 08h30


Manifestantes ateiam fogo a ministérios em protesto contra Temer
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Um grupo de cerca de 50 pessoas usando máscaras no rosto promoveu um quebra-quebra em meio à manifestação contra o governo do presidente Michel Temer (PMDB) em Brasília após a Polícia Militar dispersar parte do protesto com bombas de gás lacrimogêneo e de efeito moral. O grupo destruiu persianas e vidraças de pelo menos cinco ministérios, entre eles o da Integração Nacional, o do Trabalho e o da Agricultura. Este último havia sido cercado por tapumes, mas, mesmo assim, teve os vidros quebrados.  De acordo com a Agência Brasil, também foram depredados paradas de ônibus, placas de trânsito, orelhões, holofotes que iluminam os letreiros dos ministérios e até banheiros químicos que haviam sido instalados para a manifestação. Em frente ao Ministério do Planejamento, no Bloco C da Esplanada dos Ministérios, o grupo de manifestantes mascarados ateou fogo em um orelhão e em cerca de 10 bicicletas de uso compartilhado. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, cerca de 25 mil pessoas participaram da manifestação. 

STF deve fazer rito com regras para eleição indireta

24 Mai 2017 - 17h30


STF deve fazer rito com regras para eleição indireta
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Enquanto PSDB e DEM, dois dos principais partidos de sustentação da base do governo já discutem reservadamente nomes para disputar uma eventual eleição indireta caso o presidente Michel Temer (PMDB) perca o cargo, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) afirmam, em caráter restrito, que caberá à Corte fazer uma espécie de rito para definir quem poderia e quem não poderia disputar uma possível sucessão do peemedebista. O impasse ocorre porque as normas que definem as eleições indiretas no Brasil datam de abril de 1964 e não foram incluídas na Constituição de 1988. Uma lei deveria regulamentar as regras para as eleições indiretas, mas o Congresso nunca concluiu a análise deste tema. O STF só age quando provocado e, por isso, parlamentares já têm na manga recursos para questionar as regras das eleições indiretas. “Com a judicialização da controvérsia política, vamos ter de construir um itinerário, um rito como referência para definir as condições de elegibilidade nas eleições indiretas”, disse a Veja um ministro do STF. Segundo ele, o Supremo deve se manifestar, entre maio e junho, sobre temas como quem pode ser candidato, se precisa estar desincompatibilizado de cargos públicos, se tem de ser filiado a partido político e se o aspirante a presidente-tampão tem de ser, necessariamente, parlamentar.

Brumadense Norberto diz que está pronto para fazer a sua estreia com a camisa do América-MG

24 Mai 2017 - 17h00


Brumadense Norberto diz que está pronto para fazer a sua estreia com a camisa do América-MG
Foto: Divulgação/América-MG

O técnico Enderson Moreira ganhou reforço importante para o jogo em Criciúma, nesta sexta-feira, no interior catarinense. Na terça-feira (23), o lateral Norberto foi oficialmente apresentado à imprensa e já está à disposição do treinador. O atleta foi apresentado pelo Superintendente Geral do América, Paulo Assis. Na entrevista coletiva, Norberto disse que está pronto para estreia. Ele elogiou a atuação do versátil Christian no jogo contra o Goiás e não se vê como única opção para a lateral direita. “Já tem duas semanas que cheguei e, enquanto aguardava a burocracia da documentação, estava treinando forte. Também já vinha treinando no Vitória (ex-clube) e estou me sentindo muito bem. O grupo tem outros jogadores que atuam na posição, como o Christian, que foi muito bem no jogo contra o Goiás”, disse.

Colunista cogita que ex-ministro Geddel Vieira Lima pode virar delator

24 Mai 2017 - 16h30


Colunista cogita que ex-ministro Geddel Vieira Lima pode virar delator
Foto: Lay Amorim/Brumado Notícias

O colunista Fernando Rodrigues informou que, mesmo afastado por tráfico de influência, o ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima (PMDB) continua forte e está emplacando o primeiro nome na Secretaria de Patrimônio da União. De acordo com o Bahia Notícias, Rodrigues afirmou que se trata apenas uma cogitação, mas não seria surpresa uma eventual delação premiada para melhorar a sua situação. Caso aconteça, seria o primeiro ex-ministro na condição de delator.

Justiça obriga homem a desmentir namoro pelo Facebook

24 Mai 2017 - 15h30


Justiça obriga homem a desmentir namoro pelo Facebook

Lázaro Nascentes Dias, de 26 anos, inventou para seus amigos, em maio do ano passado, que se envolveu com Izabela Stelzer, de 22, com quem ele disse que teve relações sexuais. O rapaz forjou uma conversa entre os dois por WhatsApp que foi compartilhada em grupos e acabou chegando ao namorado de Izabela. A jovem registrou uma queixa contra Lázaro e conseguiu na Justiça, na última segunda-feira (22), que ele se retratasse das alegações sobre ela nas redes sociais. Uma audiência de conciliação entre Izabela e Lázaro no 2° Juizado Especial Criminal de Vitória, no Espírito Santo, determinou que ele deve publicar um texto em seus perfis do Facebook e Instagram contando que mentiu sobre o caso para que a queixa de Izabela fosse arquivada. De acordo com o jornal Extra, no texto, publicado nesta terça-feira, Lázaro se retrata: “desculpas a todos os envolvidos que se sentiram ofendidos pelos transtornos criados pela mentira (...) principalmente a ela, que foi diretamente atingida em sua honra, bem como, sua família e seu namorado”. 

Filhos de presa por roubar ovos de Páscoa crescem sem a mãe

24 Mai 2017 - 14h30


Filhos de presa por roubar ovos de Páscoa crescem sem a mãe
Foto: Jorge William/Agência O Globo

Desligados do convívio diário com a mãe, que está em prisão preventiva por furtar ovos de Páscoa e um quilo de frango, quatro crianças crescem separadas também de seus irmãos. Na segunda-feira, o jornal Extra mostrou que Maria (nome fictício) cumpre pena de três anos, dois meses e três dias na ala materna da Penitenciária Feminina de Pirajuí, em São Paulo. Detida quando já estava grávida, a mulher vive com o bebê de menos de um mês em uma cela superlotada. A Defensoria Pública de São Paulo acionou o Superior Tribunal de Justiça (STJ) para pedir a liberdade da mulher e propiciar às quatro crianças o convívio com a mãe e o afastamento do ambiente prisional. A defensora Maíra Coraci Diniz, que assina o pedido, ressalta que a mulher tem direito de esperar o fim da ação penal em prisão domiciliar, por ser responsável por três crianças menores de 12 anos. O mais velho dos filhos tem 13 anos. Os outros têm 10 anos, 3 anos e um mês de idade.

Luís Barroso, ministro do STF, espera 'salto para um futuro melhor'

24 Mai 2017 - 12h30


Luís Barroso, ministro do STF, espera 'salto para um futuro melhor'
Foto: Divulgação/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, avaliou que a crise política, agravada pelas novas revelações da Operação Lava Jato, deverá dar ao Brasil uma chance real de mudar as práticas políticas. “Provavelmente, nenhum país do mundo teve coragem de fazer uma revisão tão profunda e extensa das suas práticas políticas, com chance real de que isso dê certo e produza efetivamente a elevação do seu patamar ético”, disse Barroso. De acordo com o G1, para o ministro, o aspecto positivo da crise política agravada nos últimos dias é a possibilidade de um avanço institucional. “A sociedade brasileira precisa ver esse movimento como um salto de qualidade para um futuro melhor. É preciso ter paciência e determinação”, concluiu.

Reforma trabalhista avança após briga em comissão do Senado

24 Mai 2017 - 11h30


Reforma trabalhista avança após briga em comissão do Senado
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), anunciou na terça-feira (23) ter considerado lido o parecer de Ricardo Ferraço (PSDB-ES) sobre a reforma trabalhista. No relatório, o tucano sugere a aprovação do projeto. A decisão de Jereissati foi tomada mesmo sem a efetiva leitura do texto. De acordo com o G1, após Ferraço apresentar o parecer, houve bate-boca entre parlamentares da base aliada do governo e da oposição. A confusão fez com que a sessão fosse suspensa por cerca de uma hora. Com a decisão do presidente da Comissão de Assuntos Econômicos, o relatório de Ricardo Ferraço poderá ser votado na próxima na terça (30). Antes de ir ao plenário do Senado, contudo, a proposta ainda terá de ser analisada pelas comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Assuntos Sociais (CAS) do Senado.

Aécio Neves diz ser 'vítima de armação' e que não 'fez dinheiro' com política

24 Mai 2017 - 10h30


Aécio Neves diz ser 'vítima de armação' e que não 'fez dinheiro' com política
Foto: Reprodução/Facebook

O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou um vídeo, por meio da assessoria de imprensa, no qual diz que é “vítima de uma armação” e que não ganhou dinheiro com a carreira política. Esta foi a primeira declaração de Aécio após a divulgação da delação premiada de executivos do Grupo JBS.  “Essa armação me tornou, hoje, alvo de acusações e de suspeitas e levou a medidas injustificáveis, como a prisão de meus familiares, que não cometeram nenhum ato ilícito”, afirmou. No vídeo, Aécio justifica parte da delação. “Há cerca de dois meses, eu pedi à minha irmã, Andrea, que procurasse o senhor Joesley e oferecesse a ele a compra de um apartamento onde minha mãe vive há mais de 30 anos, herança de seu ex-marido e que havia sido colocado à venda. Com parte desses recursos eu poderia pagar a minha defesa em inquéritos que, tenho certeza, serão arquivados. E fiz isso porque não tinha dinheiro. Não fiz dinheiro na vida pública”, disse. O tucano também afirmou no vídeo que cometeu três erros. Um deles, segundo Aécio, foi permitir que sua irmã se encontrasse com um “cidadão cujo caráter, agora, todo o Brasil conhece”. Outro erro foi ter dito palavrões em conversas particulares gravadas pelo delator, e o terceiro erro foi ter se deixado “enganar numa trama montada por um criminoso”.